Líder da oposição russa, Navalny está em coma após suspeita de envenenamento

Político teve mal súbito em viagem a Moscou e está internado em Omsk, na Sibéria; hospital não dá informações
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on email

O líder da oposição russa Alexei Navalny está em coma e seu estado é grave, informou a sua porta-voz, Kira Yarmysh, no Twitter, nesta quinta (20).

O avião onde estava precisou fazer um pouso de emergência na cidade de Omsk, na Sibéria, depois que o político passou mal na viagem de retorno a Moscou.

De acordo com Yarmysh, Navalny só teria tomado chá preto e um café no aeroporto antes da decolagem. “Os médicos dizem que a toxina foi absorvida mais rápido por meio do líquido quente”, afirmou a porta-voz.

Navalny é um dos principais nomes de oposição a Putin. Nas redes sociais, é conhecido por convocar manifestações contra o governo com vídeos que geram milhares de visualizações.

No passado, Navalny também auxiliou na investigação sobre atos de corrupção no governo russo. Foi preso preso diversas vezes e atacado nas ruas por apoiadores do Kremlin.

Opositor russo, Navalny está em coma após suspeita de envenenamento
Alexey Nalvany em marcha contra o governo em Moscou; imagem é junho de 2013 (Foto: WikiCommons/Bogomolov)

Informações imprecisas

O médico-chefe adjunto do hospital de Omsk, Anatoly Kalinichenko, afirmou que o envenenamento é uma razão provável, tendo em vista a deterioração do estado de Navalny.

No momento, o corpo clínico afirma trabalhar para verificar todas as possibilidades.

No Twitter, Yarmysh denunciou a dificuldade em obter informações claras por conta do grande volume de policiais que se instalaram na emergência.

Segundo ela, a esposa de Navalny pediu para ver o marido. O hospital não permitiu pois “o paciente não consentiu a visita”.

“A reação evasiva dos médicos apenas confirma que se trata de envenenamento”, disse a porta-voz.

“Há apenas duas horas, eles estavam prontos para compartilhar qualquer informação e agora estão claramente ganhando tempo e não estão dizendo o que sabem”, completou.

Tags: