Após 213 dias, Índia começa a restabelecer internet em áreas da Caxemira

Serviço de alta velocidade foi cortado após fim de status de autonomia da região, de maioria muçulmana
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on email

Na Caxemira, região de maioria muçulmana disputada por Índia e Paquistão, a internet começa a voltar a funcionar em ao menos dois distritos a partir do último domingo (16). A informação é da Al-Jazeera.

Já são 213 dias sem internet de alta velocidade e 4G na região. O corte começou em agosto de 2019, quando a região, administrada pela Índia, perdeu seu status de semiautonomia.

Após 213 dias, Índia começa a restabelecer internet em áreas da Caxemira
Hidrovia em Srinagar, na região da Caxemira indiana; internet passou quase um ano fora do ar ali (Foto: Needpix)

“Em caráter de teste”, segundo comunicado do governo, os serviços serão restabelecidos nos distritos de Ganderbal e Udhampur, que juntos têm uma população de 850 mil. Em toda a Caxemira vivem dois milhões de pessoas.

O período probatório dura até 8 de setembro e apenas telefones pós-pagos terão a internet móvel reconectada.

A Índia é o país democrático que mais corta a internet de seus cidadãos. Além da interrupção do serviço na Caxemira, que vive completo blecaute de comunicações, o expediente foi usado outras 100 vezes em todo o país ao longo de 2019.

A Suprema Corte indiana considerou ilegal a paralisação do serviço e solicitou a criação de um comitê para estudar o retorno da internet na região.

Tags: