Base da força aérea da Índia é atingida por duas explosões na região da Caxemira

Explosões de baixa intensidade atingiram o telhado de um edifício e uma área aberta, sem causar danos a equipamentos
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on email

Duas explosões atingiram uma base militar da Índia na região da Caxemira administrada pelo país, neste domingo (27). As autoridades indianas suspeitam que os explosivos tenham sido lançados por um drone. Duas pessoas ficaram levemente feridas pelos estilhaços, segundo o The Indian Express.

“Duas explosões de baixa intensidade foram relatadas na manhã de domingo na área técnica da Estação da Força Aérea de Jammu. Uma causou pequenos danos ao telhado de um edifício, enquanto a outra explodiu em uma área aberta”, diz um post da força aérea indiana no Twitter.

A ação ocorreu a apenas 14 km da fronteira com o Paquistão, naquele que pode ter sido o primeiro ataque efetuado por drones contra a Índia. Um pouco depois, Dilbagh Singh, chefe de polícia da Caxemira indiana, disse que uma bomba foi encontrada em outro local da base, informou a Al Jazeera

Singh acusa grupos armados que querem, ou a independência da região do Himalaia, ou a anexação da região pelo Paquistão. De maioria muçulmana, a Caxemira é disputada pelos dois países desde que Nova Délhi e Islamabad conquistaram a independência do Reino Unido e se separaram em dois países, em 1947.

Desde então, Índia e Paquistão já travaram duas guerras pelo território.

Base da força aérea da Índia na Caxemira, em foto de 2005 (Foto: Wikimedia Commons)

A Índia tem mais de 500 mil soldados na Caxemira, uma das zonas mais militarizadas do mundo, desde que uma rebelião eclodiu por lá dos anos 1980. O país acusa o Paquistão de apoiar rebeldes armados que lutam pela independência da Caxemira. Islamabad nega as acusações.

Tags: