Guterres critica ‘epidemia de desinformação’ sobre Covid-19

Secretário da ONU pediu "liderança e governança responsiva, responsável e baseada em evidências"
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on email

Uma “perigosa epidemia de desinformação” se alastrou durante a crise do novo coronavírus, afirmou o secretário-geral da ONU (Organização das Nações Unidas) António Guterres em comunicado nesta terça (14).

O secretário da ONU pediu confiança na ciência e nas instituições, e que estas se baseiem em “liderança e governança responsiva, responsável e baseada em evidências”.

Guterres critica “epidemia de desinformação” sobre Covid-19
O secretário-geral da ONU António Guterres (Foto: UN Photo)

Para Guterres, a pandemia exige “ciência e solidaridedade”, e criticou os “conselhos de saúde nocivos e soluções milagrosas [que] se proliferam” com a desinformação.

Houve críticas às redes sociais, cujos controladores “devem fazer mais para remover o ódio e as asserções prejudiciais sobre a Covid-19“.

Tags: