Jilin, na China, retoma lockdown após novos casos de coronavírus

Farmácias devem informar ao governo nomes de quem comprar analgésicos e antivirais; escolas e ônibus estão paralisados
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on email

Jilin, cidade no nordeste da China, reiniciou confinamento parcial depois de novos contágios do novo coronavírus. As autoridades tentam evitar uma nova onda de contaminações, segundo a France Presse.

A cidade, já próxima à fronteira com a Coreia do Norte, paralisou o serviço de transporte público e fechou as escolas a partir dessa quarta (13).

Cafés, parques, academias e outros estabelecimentos também estão fechados. Quem precisar sair de casa deve ter um teste feito nos últimos dois dias.

Jilin, na China, retoma lockdown após novos casos de coronavírus
Jilin, na China, região que instituiu novo isolamento (Foto: Wikimedia Commons)

Segundo a France Presse, as farmácias terão de informar às autoridades quem comprar analgésicos e medicamentos antivirais.

Jilin, que tem quatro milhões de habitantes, fica na mesma região de Shulan, onde já há pelo menos 21 doentes.

Em Wuhan, epicentro da pandemia, o lockdown foi encerrado em 8 de abril. No dia anterior, a China registrou a última morte pelo novo coronavírus.

O país registra 82,9 mil casos e 4,6 mil mortes, segundo dados da OMS (Organização Mundial da Saúde).

Jilin, na China, retoma lockdown após novos casos de coronavírus
Onde fica Jilin, na China (Foto: Reprodução/Google Maps)

Tags: