Manifestantes bloqueiam estradas na Sérvia em protesto contra mina de lítio

População teme que a mineração suja de lítio cause danos ao meio ambiente. Já os investidores destacam o momento oportuno para o empreendimento
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on email

Centenas de pessoas bloquearam estradas em vários locais na Sérvia, nesta segunda-feira (3), em protesto contra a criação de uma mina de lítio no oeste do país. A justificativa dos manifestantes é a de que o local causaria impactos ao meio ambiente, informou a Radio Free Europe.

Durante semanas, os ativistas organizaram atos com o objetivo de fazer com que o governo rejeite o projeto da jazida mineral. Quem está por trás dos planos é a britânica Rio Tinto, segunda maior empresa de mineração e metais do mundo. A companhia anunciou que estuda a instalação de uma mina de lítio em território sérvio, que pretende ser uma das maiores do continente europeu.

De acordo com a Rio Tinto, a jazida geraria receitas de exportação significativas e empregos no país da Península dos Bálcãs, especialmente se os sérvios abraçarem a proposta de refinar o lítio localmente e desenvolverem fábricas de bateria à base do material.

Protestos vêm ocorrendo regularmente em diversas partes do país (Foto: Twitter/Reprodução)

O momento é considerado oportuno pelos investidores, considerando que a demanda por carros elétricos movidos a bateria de lítio tem previsão de crescimento para os próximos anos, à medida que EUA, Europa e China buscam reduzir as emissões de carbono.

A empresa, que tem sede em Londres, alega que irá respeitar as leis e os padrões ambientais. Porém, ecologistas estão receosos de que a mineração suja de lítio cause danos à natureza. Até o momento, a Rio Tinto realizou apenas explorações no local.

“A Rio Tinto deve deixar a Sérvia”, exigiu Aleksandar Jovanovic, um dos líderes do protesto. O presidente sérvio Aleksandar Vucic, que endossa o projeto, classificou os atos como “políticos”. O líder do país tentou conter os ânimos garantindo que não haverá mineração de lítio até que mais avaliações ambientais sejam concluídas.

Tags: