África

Atentado com bomba mata governador na Somália

Também morreram irmão do governador e dois guarda-costas; extremistas da Al-Shabab assumiram autoria

Um ataque suicida a bomba na Somália neste domingo (17) matou pelo menos cinco pessoas, incluindo um governador regional de Mudug, em Puntlândia, região autônoma do país. As informações são da Voice of America.

Ahmed Muse Nur, seu irmão e dois guarda-costas morreram depois que um homem-bomba dirigindo um riquixá bateu em seu veículo. O atentado aconteceu na cidade de Galkayo, na região de Mudug, a 600 km da capital Mogadíscio.

De acordo com o prefeito Sahid Mohamud Ali, Nur morreu no local. O grupo extremista al-Shabab reivindicou a responsabilidade pela explosão.

Atentado com bomba mata governador na Somália
Rua da cidade de Galkayo, na Somália (Foto: Wikimedia Commons)

Nur foi nomeado ao cargo em maio do ano passado. Ele já havia ocupado o cargo de vice-governador e era descrito como um político veterano na região.

Ele foi o segundo governador da administração de Putlândia a ser assassinado em um ataque com bomba em dois meses. Em março deste ano, o governador de Nugal, na região de Abdisalam, Hassan Hersi, foi morto após ser gravemente ferido em um ataque na cidade de Garowe.