Covax garante 2 bilhões de vacinas e 20% de cobertura em países pobres até 2022

Profissionais da saúde devem ser os primeiros a receber as doses; estimativa é que vacinação inicie até março de 2021
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on email

A iniciativa multilateral Covax, liderada pela Organização Mundial da Saúde (OMS), anunciou que já garantiu 2 bilhões de vacinas para Covid-19. O número é suficiente para imunizar 20% dos países pobres até dezembro de 2021.

O próximo passo é organizar a logística de imunização. A OMS espera vacinar, primeiro, os profissionais da saúde e assistência social. A expectativa é que o processo inicie ainda no primeiro trimestre de 2021.

Novas doses devem ser disponibilizadas em 2022. A Covax reúne 190 países e visa garantir o acesso à proteção ao vírus responsável pela primeira grande crise sanitária e econômica do século 21.

Covax garante 2 bilhões de vacinas e 20% de cobertura em países pobres até 2022
Dose da vacina pentavalente distribuída pela Unicef na Índia, em março de 2018 (Foto: Unicef/Dhiraj Singh)

O diretor-geral da OMS, Tedros Adhanom Ghebreyesus, celebrou a notícia em entrevista coletiva online. “O fim da pandemia está próximo. Mas não podemos baixar a guarda. Somos todos responsáveis por nos mantermos seguros”, disse.

Ghebreyesus apontou que o Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF) tem condições para transportar até 850 toneladas de vacinas da Covax por mês em 2021. O volume representa o dobro da carga útil usual de doses.

“Este é um empreendimento gigantesco e histórico. A escalada nunca foi tão alta”, disse a diretora executiva da Unicef, Henrietta Fore. A aliança global de vacinas Gavi auxiliará com a instalação de 70 mil geladeiras em países de baixa renda até 2022.

As doses demandam armazenamento entre 2ºC e 8ºC. Pelo menos metade dos equipamentos funcionará com energia solar.

Tags: