Governo da Turquia esconde números reais da pandemia, denunciam prefeitos

Prefeitos de Istambul e Ancara afirmam que número oficial é menor que o registrado em cada uma das cidades
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on email

Na Turquia, prefeitos de Istambul e Ancara, as duas maiores cidades do país, denunciaram uma suposta tentativa do governo de esconder o real número de casos da Covid-19 no país, informou no domingo (30) o jornal britânico “Financial Times“.

No sábado (29), o ministro da Saúde turco, Fahrettin Koca, informou 1,5 mil novos casos e 39 mortes registradas nas últimas 24 horas, o maior volume desde maio.

Os prefeitos Ekrem Imamoglu, de Istambul, e Mansur Yavas, de Ancara, contudo, afirmam que números semelhantes são registrados em cada uma dessas cidades por dia.

Governo da Turquia esconde números reais da pandemia, denunciam prefeitos
Cidade de Gaziantep, na Turquia, em março de 2013; local é um dos mais afetados pela pandemia de coronavírus na Turquia (Foto: Flickr/Casal Partiu)

“Istambul tem quase os mesmos dados que estão sendo fornecidos pela Turquia”, disse o prefeito, Imamoglu, no sábado (29), ao questionar a transparência do governo.

“Na última terça, diz 25, só Ancara registrou 17 mortes. Mas vejo que os números anunciados em toda a Turquia são de 20, 21 pessoas”, apontou Yavas.

O Ministério da Saúde da Turquia recusou-se a comentar as declarações dos dois prefeitos. De acordo com o órgão, o país adota uma “abordagem transparente de notificação” durante a pandemia.

Imamoglu e Yavas são os principais nomes da oposição ao partido do presidente, Recep Tayyip Erdogan.

Nesta terça (1), o sistema de monitoramento da Universidade Johns Hopkins, nos EUA, indicou cerca de 6,4 mil mortos pelo vírus e mais de 270 mil confirmados na Turquia. A região mais afetada do país é a das cidades de Gaziantep e Sanliurfa, próximas à fronteira da Síria.

Tags: