ONU busca solução para realizar Assembleia Geral em setembro

Chances de reunião presencial em Nova York em setembro são cada vez mais baixas após pandemia
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on email

A ONU (Organização das Nações Unidas) analisa novas formas de realizar a 75º Assembleia Geral de líderes mundiais em sua sede em Nova York (EUA), em setembro deste ano. As informações são da agência de notícias Reuters.

Um porta-voz da organização afirmou nesta quinta (14) que dificilmente as matérias habituais serão tratados durante a cúpula deste ano. O assunto é a pandemia do novo coronavírus e será muito difícil agir como se nada tivesse acontecendo, disse.

Nova York é o atual epicentro global da crise do vírus. Até esta quinta, dados do governo da cidade totalizavam 186 mil casos da doença e 15 mil mortes. Nos EUA, os casos chegam a 1,3 milhão, com 82 mil mortes. Os dados da OMS (Organização Mundial da Saúde) divulgados nesta sexta (15).

ONU busca solução para realizar Assembleia Geral em setembro
Sede da ONU em Nova York, Estados Unidos (Foto: Manuel Elias/UN Photo)

O secretário-geral da ONU, António Guterres, afirmou que seria improvável que as Nações Unidas pudessem reunir em Nova York milhares de pessoas de todo o mundo.

Guterres afirmou que medidas alternativas estão sendo estudadas para que a Assembleia Geral ocorra na data planejada. O evento está marcado para 21 de setembro, no dia do 75º aniversário da ONU. “Caberá aos estados-membros decidirem”, afirmou.

Há dois meses, a assembleia geral de 193 membros e o conselho geral, com 15 membros, ocorrem de forma virtual. Devem continuar operando desta maneira até pelo menos o fim de junho.

Normalmente, os líderes mundiais se dirigem a Nova York para participar da Assembleia Geral. Centenas de outros eventos ocorrem paralelamente durante o encontro, que dura uma semana. Diplomatas afirmam que esses compromissos devem ser cancelados este ano.

Tags: