Paraguai tenta retomar crescimento após derrotar pandemia

Projeção de crescimento de 4% feita pelo FMI no início do ano foi revisada para uma retração de 5% em 2020
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on email

Apesar do controle da pandemia e da ação rápida do governo, o Paraguai também tem sofrido com os impactos econômicos da pandemia do novo coronavírus.

Até esta segunda (27), 4,2 mil pessoas foram infectadas pelo Covid-19 e 38 morreram, segundo dados da OMS (Organização Mundial da Saúde).

Segundo o FMI (Fundo Monetário Internacional), em janeiro, a projeção era de crescimento econômico de pelo menos 4%. Após a pandemia, o índice foi corrigido para um retração de 5% em 2020.

A crise de saúde global teve um forte impacto nas finanças públicas do Paraguai, já afetada pela seca do ano passado. Neste ano, o déficit duplicou e chegou a quase 3% do PIB.

Paraguai tenta retomar crescimento após derrotar pandemia
Vista do centro de Assunção, capital do Paraguai (Foto: Karl Vienna/Wikimedia Commons)

Plano de recuperação

O governo já anunciou um ambicioso plano de recuperação econômica. A curto prazo, o objetivo é aumentar o investimento público, oferecer garantias de empréstimo para empresas informais e de pequeno porte, além de transferência social para famílias pobres.

A longo prazo, as autoridades paraguaias preveem grandes reformas estruturais. Entre elas, de função pública e da lei de responsabilidade fiscal, além de uma reforma administrativa do Estado e melhoria do sistema de compras públicas.

Tags: