Turquia deve retomar voos com 40 países a longo de junho

Outros 15 países fizeram acordos preliminares sobre o retorno mútuo de voos; primeiras liberações ocorrem no dia 10
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on email

O governo da Turquia tem planos de retomar voos com 40 países em junho e fez acordos preliminares para viagens aéreas com outros 15 países, afirmou nesta quinta (4) o ministro dos Transportes, Adil Karaismailoglu. As informações são da agência de notícias Reuters.

O ministro explicou que os voos serão retomados em um processo composto por cinco etapas durante o mês de junho. Ao todo, 92 países estão negociando a retomada dos voos com as autoridades turcas.

Como parte das medidas tomadas para conter a disseminação do novo coronavírus no país, a Turquia fechou sua fronteira de forma rígida. Voos domésticos também sofreram suspensões, mas foram retomados em algumas províncias nesta segunda (1º).

De acordo com informações divulgadas pela OMS (Organização Mundial da Saúde), a Turquia registra 165,5 mil casos confirmados da doença e 4,5 mil mortes.

Turquia deve retomar voos com 40 países a partir de junho
Aeroporto Esenboğa em Ancara, capital da Turquia (Foto: Wikimedia Commons)

Cronograma

No próximo dia 10, voos serão retomados para o norte do Chipre, Barein, Bulgária, Catar e Grécia. No dia 15, 17 destinos entram na lista de permissões, incluindo Alemanha, Áustria, Croácia e Singapura.

Entre os dias 20 e 25 de junho, os passageiros poderão pegar voos para mais 16 países, como Coreia do Sul, Holanda, Noruega e Bélgica, informou o ministro.

Os 15 países com quem Ancara já fez acordos preliminares sobre autorizações mútuas incluem Itália, Sudão, Emirados Árabes Unidos, Albânia, Belarus, Jordânia e Marrocos.

Tags: