Unesco cria site com monitoramento de escolas fechadas pelo mundo

Serviço mostra número de alunos afetados e recortes por gênero e escolaridade, além de locais onde aulas continuam
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on email

Nesta terça (14), as escolas estão fechadas em 192 países. São 1,5 bilhão de crianças e adolescentes em casa, o equivalente a 91,4% dos matriculados em todo o mundo. Apenas alunos de Belarus, Turcomenistão, Tadjiquistão e Nicarágua continuam indo à aula normalmente.

As informações foram organizadas pelo site Disrupção e resposta educacional ao Covid-19, da Unesco (Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura), que compila quais países suspenderam as aulas em todo o território ou apenas em partes dele.

Site da Unesco mostra onde foram fechadas as escolas (Foto: Reprodução/Unesco)

É possível saber o número de alunos afetados pelas suspensões em cada país, por gênero e por ciclo. No Brasil, por exemplo, são 52,8 milhões de crianças sem ir à escola. Destas, 5,1 milhões estão na pré-escola e 34 milhões cursam ensino fundamental e médio. Entre os universitários, são 8,5 milhões sem ir à faculdade.

O site também permite acompanhar quando cada país interrompeu as atividades escolares: o primeiro a parar totalmente foi a Mongólia, em 19 de fevereiro, seguida dois dias depois pela China – depois de suspender as aulas em algumas províncias no dia 8.

Tags: