África

Em Israel e Emirados Árabes, Pompeo planeja falar sobre China e Irã

Assunto foi revelado por fonte da comitiva; países são vistos como maiores ameaças a EUA e aliados regionais

Mais que reforçar o acordo de paz estabelecido por Israel e Emirados Árabes, o secretário de Estado dos EUA, Mike Pompeo, desembarcou em Tel Aviv neste domingo (23) dois países para tratar dos “desafios de segurança” impostos por China e Irã.

O assunto não está na agenda do secretário, mas foi revelado por um integrante não-identificado da comitiva à Reuters.

Em Israel e Emirados Árabes, Pompeo planeja falar sobre China e Irã
Mike Pompeo enquanto congressista em Washington, EUA, em imagem de outubro de 2011 (Foto: Flickr/Gage Skidmore)

Abu Dhabi e Tel Aviv anunciaram a normalização das relações diplomáticas no último dia 13. O acordo, segundo comunicado, simboliza a “afinidade” entre os três países em termos de “oportunidades e ameaças”.

Israel, EUA e Emirados Árabes Unidos veem o Irã como o grande “problema” do Oriente Médio.

A China, por outro lado, além de estar longe de um ponto de acordo com os EUA, estimula a parceria econômica e militar com Teerã. Na metade de julho, Beijing anunciou um investimento de US$ 400 bilhões no país persa.

A viagem começou no domingo (23) e segue até sexta (28) também no Sudão e Bahrein, na África. Em setembro, Jared Kushner, genro de Trump e negociador nas iniciativas dos EUA na região, deve visitar o Oriente Médio.