França aperta controle alfandegário sobre transportadores britânicos

Paris incentiva operadores portuários a verificar todos os caminhões ingleses; medida pode gerar tensão no pós-Brexit
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on email

A França impôs um maior controle alfandegário aos transportadores que chegam em Calais vindos do Reino Unido, informou o diário britânico “Financial Times” na última quinta-feira (12).

O governo francês teria instruído operadores portuários a conferir de forma minuciosa todos os caminhões que chegam da ilha. Entre os já verificados, boa parte não cumpria de forma integral as regras comerciais da UE (União Europeia), em especial os controles sanitários de alimentos.

No pós-Brexit, grupos comerciais e autoridades inglesas temem um aumento da complexidade – e da tensão – nas transações com países vizinhos que pertencem ao bloco.

Controle alfandegário francês se intensifica a transportadores do Reino Unido
Porto de Dover, Reino Unido (Foto: WikiCommons)

Em resposta, altos funcionários do Reino Unido já estariam se preparando para intensificar as verificações aos transportadores que chegam do outro lado da fronteira.

No estreito entre a britânica Dover e a francesa Calais tem circulado apenas metade do volume de caminhões esperado para janeiro. “Vamos começar a ver uma cristalização nos próximos dias da acumulação dessas pressões”, afirmou um alto funcionário que pediu para não ser identificado.

Conforme o servidor, o período de “calmaria” do início de janeiro deve encerrar em breve nessa passagem entre o Reino Unido e o restante da UE. Londres já está de sobreaviso para uma interrupção mais significativa nos portos britânicos nos próximos dias, disse.

Também há preocupação sobre os movimentos de mercadorias no Mar da Irlanda. Na ilha irlandesa há a fronteira entre a porção norte, parte do Reino Unido, e a porção sul, independente e membro da UE.

Dados do governo britânico aos quais o FT teve acesso apontam que 25% dos veículos no porto galês de Holyhead com destino a Dublin, na República da Irlanda, não possuíam a documentação adequada para atravessar a fronteira.

Pelo menos 12 viagens foram canceladas na rota de frete no último fim de semana, dias 9 e 10.

Tags: