Passaporte japonês vale entrada em 191 países; veja posição brasileira

Na lanterna do ranking estão Afeganistão, Iraque, Síria, Paquistão, Somália, Iêmen, Nepal e Coreia do Norte
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on email

Quem tem um passaporte do Japão não precisa de visto para entrar em 191 países, fazendo dele o documento de viagem mais poderoso do mundo. Os japoneses encabeçam o ranking Henley, da consultoria homônima de cidadania e residência.

Divulgado nesta quarta (7), o mais recente relatório coloca no topo do ranking, além do Japão, Singapura, com 190 países, Coreia do Sul e Alemanha, com 189, Itália, Finlândia, Espanha e Luxemburgo, com 188 e Dinamarca e Áustria, com 187.

Passaporte japonês vale entrada em 191 países; veja posição brasileira
Boeing 737 da Japan Airlines decola do Aeroporto de Haneda, na capital japonesa Tóquio (Foto: Flickr/Alan Henley/Creative Commons)

O Brasil divide a 19ª posição com Argentina, Hong Kong, Croácia e Emirados Árabes Unidos. Sem visto, 170 países permitem a entrada de cidadãos portadores desses passaportes.

O relatório não contempla mudanças temporárias, como as que entraram em vigor após a pandemia do novo coronavírus. Por exemplo, a proibição de entrada de viajantes dos EUA, Rússia e Brasil aos países da União Europeia.

Neste caso, o Brasil ficaria em 36º lugar, com portas abertas em 142 nações e dividindo o posto com o vizinho Paraguai.

No outro lado da lista figuram Afeganistão, que tem portas abertas em apenas 26 países, Iraque, com 28, Síria com 29, Paquistão, com 32, Somália e Iêmen empatados com 33.

Também na lanterna estão Líbia, Nepal e Palestina, cujos cidadãos podem entrar sem visto em 38 nações. Já quem tem passaporte da Coreia da Norte passa direto pela imigração em 39 países.

Tags: