Governo de transição do Mali será liderado por coronel reformado

Decisão desobedece alerta de vizinhos, que pediam um civil no poder; líderes militares tomam posse na sexta (25)
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on email

Pressionada pela Ecowas (Comunidade Econômica de Países da África Ocidental) para apresentar um novo presidente, a junta militar do Mali decidiu nesta segunda (21) que o coronel reformado Bah Ndaw liderará o governo de transição do país.

A vice-presidência ficará a cargo do coronel Assimi Goita, um dos principais líderes da tomada de poder após um motim de soldados no dia 18 de agosto. Detido na capital Bamako, o então presidente, Ibrahim Boubakar Keita, renunciou ao mandato.

Os novos líderes foram escolhidos por um grupo de 17 eleitores que deverá supervisionar a transição até as novas eleições, em um ano e meio. A posse está agendada para sexta-feira (25).

Governo de transição do Mali será liderado por coronel reformado
Exército de Bamako, capital de Mali, em Tessalit, em imagem de 2013 (Foto: Marco Dormino/UN Photo)

Ameaçada por sanções econômicas, a junta militar que tomou o poder no Mali desobedeceu os prazos propostos pela Ecowas para escolher um civil que comandasse o governo de transição.

Nas negociações, a junta malinesa ainda conseguiu estender o governo de transição de 12 para 18 meses.

Procurado pela Reuters, o grupo africano ainda não se manifestou. A expectativa é que uma delegação liderada pelo ex-presidente da Nigéria, Goodluck Jonathan, visite o país na quarta (23).

Depois do golpe militar, o total descumprimento das prerrogativas estabelecidas abrem precedentes perigosos, afirmam líderes regionais e parceiros do Mali, como a antiga metrópole, a França, e os Estados Unidos.

Os aliados preveem prejuízo à luta contra grupos extremistas islâmicos na região do Sahel. Imunes à crise política, grupos jihadistas avançam no interior do país. Desde 2012, extremistas já tomaram quase dois terços do território malinês, estratégico por sua localização nos limites entre o deserto do Saara e as porções férteis de terra ao sul do continente.

Tags: