Ásia e Pacífico

Japão lança campanha pró-turismo com alta na Covid-19 e enfrenta críticas

Lançamento ocorre em meio a nova onda de contágios em Tóquio; em pesquisa, 75% da população reprovou a medida

O governo japonês lançou nesta quarta (22) uma campanha de incentivo ao turismo, por meio de viagens domésticas. A iniciativa já enfrenta duras críticas por ser promovida em meio a aumento dos casos do novo coronavírus.

De acordo com o jornal “Japan Times“, o lançamento da malfadada campanha “Go To Travel” pelo governo ocorreu no mesmo dia em que a governadora da capital Tóquio, Yuriko Koike, pediu aos cidadãos que evitem viajar.

Japão lança campanha pró-turismo com alta na Covid-19 e enfrenta críticas
Castelo de Himeji, construção do século 17 em Hyogo, no Japão (Foto: PxFuel)

A capital japonesa já conta 10 mil casos de Covid-19 e 327 mortos. O total de óbitos representa um terço do total no arquipélago.

O governo havia iniciado a campanha como forma de promover o turismo doméstico. Seriam oferecidos descontos de 50% em promoções e cupons para passagens e pacotes eitidios a partir de setembro.

“Aumentaram os questionamentos sobre como e por que o governo do primeiro-ministro Shinzo Abe seguiu com a campanha, mesmo com o recente aumento no número de casos de coronavírus e pedidos de líderes locais para repensar o plano”, diz o jornal.

Fora da capital, o governo do país tem incentivado que as pessoas saiam de casa e tomem as devidas precauções. De acordo com o secretário da chefia de Gabinete de Abe, Yoshihide Suga, a campanha incentivaria o distanciamento social e as medidas de segurança nos ambientes.

A população discorda do timing da campanha, segundo pesquisas de grandes jornais locais. Cerca de 74% dos japoneses era contra Go To Travel, de acordo com levantamento do “Asahi Shimbun”. Para 62%, a medida deveria ter sido adiada, diz a agência Kyodo News.