Ásia e Pacífico

Segundo pacote de estímulo econômico bate US$ 1 trilhão no Japão

Estímulos chegam a US$ 2,18 trilhões, ou quase metade do PIB de 2019; recursos virão de emissão de bônus

O Japão aprovou nesta quarta (27) mais um pacote de estímulo de cerca de U$ 1,1 trilhão para minimizar a recessão no país. As informações são da Reuters

É a segunda medida do tipo desde o início da pandemia, o que leva o gasto japonês contra o vírus a cerca de US$ 2,18 trilhões. O valor equivale a quase 40% do PIB (Produto Interno Bruto) do arquipélago. 

Pouco mais de 20% do valor deve ser usada em gastos diretos. A meta é “proteger empresas e empregos de qualquer forma”, segundo o primeiro-ministro Shinzo Abe. Também haverá recursos para a prevenção contra a uma segunda onda de contaminações.

Segundo pacote de estímulo econômico bate US$ 1 trilhão no Japão
Distrito de Shinjuku, na capital japonesa Tóquio (Foto: Picry/Public Domain)

Os recursos serão empenhados em gastos com o sistema de saúde, auxílios para empresas que não têm conseguido pagar o aluguel de suas estruturas físicas e subsídios para setores que apresentaram queda grave na demanda.

Parte do estímulo também será facilitada às instituições financeiras, facilitando empréstimos com juros baixos, garantidos pelo governo ou zerados.

Os pacotes serão financiados por uma emissão de bônus. A dívida japonesa já é a maior do mundo, e chega a 240% do PIB. 

Para um analista consultado pela Reuters, o excessivo endividamento do Japão pode levar a um downgrade em sua nota nas agências de risco no médio e longo prazo.