Ásia e Pacífico

Podcast debate megaprojeto chinês batizado de “nova rota da seda”

Iniciativa de 2015 prevê investimentos massivos na Ásia, África e Europa em troca de comércio com a China

[social-share]

O CFR (Council for Foreign Relations) debate em seu podcast quinzenal “Why it Matters” (em português, “por que importa”) o projeto chinês do Cinturão Econômico da Rota da Seda.

A iniciativa, criada em 2015, prevê gigantescos investimentos de infraestrutura em países da Ásia, África e Europa. Segundo informe do governo chinês à Xinhua, agência de notícias estatal, trata-se de uma forma de “melhorar a conectividade regional”.

Entre as medidas estão construção e reformas de estradas, portos e aeroportos. Também há concessão de incentivos fiscais de importação e exportação. Em troca, os beneficiados devem facilitar o comércio com a China.

Podcast debate megaprojeto chinês batizado de "nova rota da seda"
Encontro de chefes de Estado que participam da nova Rota da Seda, em Beijing, em abril de 2019 (Foto: RIA Novosti/Presidência da Federação Russa)

O último episódio, lançado nesta quarta (20), tem duas convidadas. As especialistas Elizabeth Economy, diretora de estudos asiáticos do CFR, e Jessica Weiss, professora da Cornell University, nos EUA, participam da discussão.

A Rota da Seda era um corredor que conectava a China – e seu maior produto de exportação na Antiguidade – aos países da Ásia central e do Oriente Médio.

Em sua versão contemporânea, a Rota da Seda alcança pontos opostos do mapa múndi, como Roterdã (Holanda), Nairóbi (Quênia) e Jacarta (Indonésia).

Os investimentos fazem parte da estratégia chinesa de aproveitar o vácuo de poder causado pelo menor protagonismo dos norte-americanos.

Para Economy, esse processo de busca por protagonismo começa já em 2008. “Com a crise financeira global, a China sediando as Olimpíadas, esses são realmente os momentos que definiram, na cabeça de muitos lideres chineses, que a China estava crescendo.”

O áudio, em inglês, pode ser acessado no site do CFR.