Recuperação de ecossistema pode mitigar impactos de enchentes na Índia

Desastres como enchentes já custaram mais de US$ 50 bilhões ao país desde 1990
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on email

A Índia é um dos países no mundo mais propensos a desastres ambientais, de acordo com a ONU. Entre os mais comuns estão os hidrológicos, como as enchentes, responsáveis por impactos frequentes, de alto custo e de alta mortalidade.

Soluções baseadas na própria natureza podem ser as que tragam maiores resultados na mitigação do problema. Um exemplo é a Redução de Risco de Desastres Baseada em Ecossistemas (Eco-DRR), aponta o PNUMA (Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente).

A Eco-DRR é uma abordagem em que reguladores do meio ambiente — como florestas e manguezais — são aproveitados para mitigar, prevenir ou proteger de desastres regiões com ecossistemas degradados.

Por meio de recursos da Comissão Europeia, o PNUMA tem levado a Eco-DRR em lagar escala para Kerala, no sul da Índia. Cerca de 2,6 mil mulheres que fazem parte de um programa de âmbito nacional na Índia tem passado por treinamento sobre recuperação de ecossistemas. O projeto deve ter dois anos de duração.

“Um dos objetivos do projeto é catalisar investimentos públicos e privados para ampliar a Eco-DRR e reduzir a pobreza, de riscos e mitigação e adaptação a mudanças climáticas”, afirmou o chefe do PNUMA no país, Atul Bagai.

Mulheres participam de programa para recuperação de ecossistemas em Kerala, Índia (Foto: Sudmeier-Rieux/PNUMA)

Enchentes

Na Índia, as enchentes são responsáveis por mais da metade dos desastres relacionados ao clima e custaram mais de US$ 50 bilhões ao país desde 1990, de acordo com pesquisas do Banco Asiático de Desenvolvimento.

Entre 1980 e 2017, o país teve 278 enchentes que afetaram mais de 750 milhões de pessoas. Os prejuízos somaram cerca de US$ 58,7 bilhões.

“As chuvas extremas e enchentes causam impactos em larga escala e são intensificadas pela rápida urbanização, expansão da infraestrutura e pelo grande número de pessoas vivendo em condições precárias”, aponta o estudo “Impactos dos Desastres Naturais nas Famílias e Pequenas Empresas na Índia“, publicada pelo banco.

Tags: