Taiwan se prepara para receber cidadãos fugindo de Hong Kong

Sem experiência em receber refugiados, o governo tenta se organizar para manter de fora espiões chineses
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on email

Taiwan está se preparando para receber pessoas fugindo de Hong Kong, em meio ao aumento do controle da ex-colônia britânica por parte da China. A informação é da agência de notícias Reuters.

Em maio, o Congresso da China aprovou uma lei que aumenta o controle chinês sobre o território semi-autônomo. A previsão é de suprimir qualquer ato que acredite ameaçar a “segurança nacional” no território semi-autônomo.

A lei deve sufocar atos como os vistos no ano passado, quando pessoas foram às ruas da ex-colônia britânica contra o que consideram uma crescente influência da China nos assuntos de Hong Kong.

Sem experiência em receber refugiados, o território tenta se organizar para manter de fora espiões chineses que se juntem ao grupo fugindo para Taiwan. Na ilha, a população vê com simpatia as reivindicações pró-democracia em Hong Kong.

No mês passado, a presidente de Taiwan, Tsai Ing-wen foi a primeira líder governamental a adotar medidas para ajudar o povo do território semi-autônomo. A China tem condenado a atuação de Tsai, presidente do que Beijing chama de “província rebelde”.

Taiwan se prepara para receber cidadãos fugindo de Hong Kong
Protestos em Hong Kong em junho de 2019 (Foto: Wikimedia Commons)

O plano do governo inclui subsídio mensal para moradia e abrigo para aqueles que não conseguem encontrar alojamento, segundo a Reuters.

Desde os protestos do ano passado em Hong Kong, cerca de 200 pessoas fugiram para Taiwan. Delas, 10% recebeu visto por conta de uma lei que protege pessoas vindas da ex-colônia britânica em risco por questões políticas.

A entrada de cidadãos de Hong Kong ainda só não foi possível devido às medidas de restrição contra a disseminação do novo coronavírus em Taiwan.

Tags: