Usinas elétricas ameaçam maior mangue do mundo, em Bangladesh

O ecossistema de Sundarbans é fonte de sustento para cerca de 2,5 milhões de pessoas em Bangladesh
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on email

O governo de Bangladesh ameaça destruir o mangue de Sundarbans, a maior floresta desse tipo do mundo. A meta seria a construção de usinas elétricas movidas a carvão, alertou a ONG Humam Rights Watch nesta quinta (18).

De acordo com a organização, cerca de 2,5 milhões de pessoas dependem do mangue para o sustento. Os manguezais também colaboram para atenuar os impactos causados por desastres naturais, como o ciclone Amphan, que atingiu Bangladesh no mês passado.

Cientistas e ativistas têm manifestado preocupação em relação à construção da usina termelétrica de Rampal, no norte de Sundarbans. Já o governo tem recusado a possibilidade de cancelar ou alterar o local do projeto.

Usinas elétricas ameaçam maior mangue do mundo, em Bangladesh
Sundarbans, em Bangladesh, é um dos maiores mangues do mundo (Foto: Jennifer Kellogg/Flickr)

Em protestos contra a construção, há uso de gás lacrimogêneo e balas de borrachas contra os manifestantes. As autoridades de Bangladesh negam que a usina trará prejuízos.

A Human Rights Watch chama atenção para o fato de que a tentativa de incluir Sundarbans à lista de patrimônios mundiais em perigo da Unesco (Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura), por um comitê presidido pela China, tenha falhado.

A necessidade de preservar o meio ambiente e evitar ações que contribuam com as mudanças climáticas é importante para Bangladesh, já que o aumento de um metro do oceano poderia submergir quase 20% do país de 165 milhões de habitantes.

Tags: