Coronavírus

Covid-19: Comunidades pobres recebem recursos da ONU

Ajuda financeira será destinada a países da África, América Latina, Caribe, Ásia-Pacífico e do mundo árabe

A ONU-Habitat (Programa das Nações Unidas para os Assentamentos Humanos) lançou nesta quinta (23) um projeto assistencial para a comunidades pobre e de áreas densamente povoadas, como as favelas, de 64 países.

A ação faz parte da ação de enfrentamento da ONU contra a pandemia do novo coronavírus. De acordo com o programa, mais de 1 bilhão de pessoas vivem em favelas ou em assentamentos irregulares.

A população de assentamentos estão em maior risco por viverem em locais mais povoados, sem estrutura adequada e serviços básicos, como água potável e saneamento, diz o programa. Muitos moradores dessas regiões são trabalhadores informais.

ONU-Habitat vai mandar ajuda financeira para países da África, América Latina, Caribe, Ásia-Pacífico e estados árabes (Foto: Albert González Farran/UN Photo)

Ao todo, serão disponibilizados US$ 72 milhões em ajuda financeira para 20 países da África, 11 estados árabes, 17 países da Ásia-Pacífico, e 16 nações da América Latina e Caribe.

A maior parte dos recursos será destinada a medidas de acesso à água e saneamento, campanhas de conscientização e abrigos temporários, para evitar que as pessoas fiquem em situação de rua.

Para que o programa assista quem está em maior vulnerabilidade, serão realizadas pesquisas e mapeamentos e análise desses dados em parceria com parceiros locais.

“A ONU-Habitat está trabalhando de perto com as cidades e comunidades para achar soluções inovadoras e específicas para fornecer água e saneamento, transporte seguro e para mitigar o impacto nas áreas urbanas mais pobres”, afirmou o diretor-executivo da ONU-Habitat, Maimunah Mohd Sharif.