Covid-19 prejudica plantio do arroz já em crise por causa do clima

Plantio do arroz sofre com os impactos da pandemia; cerca de 3,5 bilhões tem o grão como principal alimento da dieta
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on email

Os produtores de alimentos, que já eram vítimas dos impactos das mudanças climáticas, agora sofrem com a pandemia do novo coronavírus. Sobretudo quem planta arroz, base da dieta de 3,5 bilhões de pessoas em todo o mundo.

O grão é fundamental para a segurança alimentar global. Das 820 milhões de pessoas que passam fome, quase 60% vivem em áreas onde o consumo do arroz representa 40% da dieta alimentar anual de cereais. Os dados são do PNUMA (Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente).

Para mais de 100 milhões de pequenos produtores de arroz, o grão é o que os separa da fome. A pandemia impacta a produção, o preço e o comércio internacional do alimento.

O pânico causado pelo coronavírus levou os países produtores a impor limites ou proibições às exportações. Os países importadores também impuseram preços, o que derrubou a oferta do grão no mercado.

Covid-19 prejudica plantio do arroz já em crise por causa do clima
Plantação de arroz na Colômbia (Foto: CIAT/Flickr)

Agora, mais da metade do fornecimento global do arroz, dependente de cinco países, está em risco. Nas famílias mais pobres, onde o grão é produto básico, aumento de preço representa aumento da fome.

A pandemia também impactou a oferta de sementes, fertilizantes e mão-de-obra. As safras também correm risco pois não há quem as colha, já que muitos trabalhadores foram forçados a voltar para casa.

Clima

O setor ainda precisa lidar com as mudanças climáticas. O sudeste asiático, responsável por metade das exportações mundiais de arroz, está passando pela pior seca em 40 anos.

“Os impactos da mudança climática serão duradouros, provavelmente durando por gerações”, afirmou diretor-executivo da Plataforma Sustentável de Arroz, Wyn Ellis.

Tags: