Líder do Azerbaijão prende mais de 100 em esforço antidissidência

Governo autoritário de Ilham Aliyev, no poder desde 2003, é denunciado por torturas e prisões políticas contra membros da oposição
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on email

Cerca de 120 apoiadores da oposição foram presos pelo serviço de segurança do governante do Azerbaijão, Ilham Aliyev, desde a metade de julho. A informação é da Radio Free Europe.

A ação é vista por ONGs ocidentais como uma tentativa de eliminar dissidentes pró-democracia e rivais políticos do atual governo. Aliyev está no poder desde 2003, quando substituiu seu pai, Heydar.

Em duas semanas, mais de 100 opositores são presos no Azerbaijão
Ilham Aliyev governa o país desde 2003 (Foto: Presidência da Rússia)

As prisões incluem, em sua maioria, membros do Partido da Frente Popular do Azerbaijão (AXCP).

Também são alvos os Partido Musavat e Movimento da Unidade Muçulmana, ambos do Conselho Nacional das Forças Democráticas, principal aliança de oposição do país.

Desde que assumiu a presidência azeri, Aliyev fechou meios de comunicação independentes e suprimiu partidos da oposição.

O ditador tem entre seus principais aliados o presidente da Turquia, Recep Tayyip Erdogan. Aliyev também enfrenta conflitos na fronteira com a vizinha Armênia.

O país é denunciado por uso de tortura por autoridades para extração de confissões falsas e prisões políticas.

Tags: