Governo investe em ensino médio gratuito para jovens em Gana

No primeiro ano do programa, foram criadas 80 mil novas vagas; país investe em férias longas para construir escolas
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on email

A África está se tornando um continente cada vez mais jovem. Até 2050, metade das pessoas em todo território africano terá menos de 25 anos e será lar de 25% da população em idade de trabalho em todo o mundo, segundo o think tank norte-americano Brookings.

Por isso, é cada vez mais essencial o investimento na educação e nas habilidades das crianças e jovens que vivem na África. Pensando nisso, uma iniciativa em Gana busca expandir o acesso ao ensino médio, de forma gratuita, principalmente nas escolas de alta qualidade do país.

No primeiro ano do programa, 80 mil crianças a mais foram matriculadas, totalizando 362 mil novos estudantes em todo o país. No segundo ano, mais de 490 mil jovens estavam aptos a cursar o ensino médio.

Iniciativa oferece ensino médio gratuito para os jovens de Gana
Accra Academy, uma das principais escolas secundárias de Gana (Foto: Accra Academy/Facebook)

Liderada pelo presidente de Gana, Nana Addo Akuffo, a iniciativa teve início em 2017. Akuffo via com preocupação com os cerca de um terço de alunos que passavam no exame necessário no país para frequentar o ensino médio, mas não tinham condições de arcar com os gastos.

O maior desafio era a falta de vaga para todos os estudantes nas escolas de mais prestígio e o longo prazo para construção de novas escolas. Das 700 escolas secundárias em Gana, 55 são reconhecidas com as melhores do país.

Sem vagas para todos, o governo adotou de maneira temporária um período escolar sem as tradicionais férias de verão nas instituições de ensino mais disputadas. Atualmente, Gana investe na construção de novas escolas para aliviar o congestionamento.

Tags: