Afeganistão começa a distribuir pão após alta no preço dos alimentos

Inflação é puxada por desabastecimento no país após início da crise do coronavírus; cada família receberá 10 pães
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on email

O governo do Afeganistão começou a distribuir nesta segunda (4) o pão naan, típico no sul da Ásia, de forma gratuita a milhares de pessoas em todo o país. A informação é da agência de notícias Reuters.

A medida foi tomada diante do aumento no preço dos alimentos. O problema começou após interrupção no abastecimento de insumos em função da pandemia do coronavírus. O país depende fortemente da importação de produtos alimentares.

Naan é um pão típico de diversos países asiáticos, como o Afeganistão (Foto: Umair Mohsin/Wikimedia Commons)

Mais de 250 mil famílias da capital Cabul começaram a receber dez pães por dia, nesta primeira fase do projeto do governo afegão. Outras regiões do país, onde mais da metade da população vive abaixo da linha da pobreza, também são beneficiadas.

Em Cabul, a inflação foi de 7,5% em abril. Para alimentos, que compõem a maior parte da cesta de consumo de famílias pobres, o índice foi de 16,7%, afirmou um economista entrevistado pela Reuters.

De acordo com dados da OMS (Organização Mundial de Saúde) divulgados nesta terça (5), o Afeganistão já registrou 3,2 mil casos confirmados do novo coronavírus e 95 mortes.

Tags: