Coreia do Sul não registra novos casos de transmissão local de coronavírus

Pela primeira vez desde fevereiro, país reportou apenas quatro casos da doenças – todos contraídos no exterior
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on email

Pela primeira vez desde fevereiro, a Coreia do Sul não registrou um novo caso de transmissão local do coronavírus, de acordo com o anúncio do Centro Coreano de Controle e Prevenção de Doenças desta quarta (29). As informações são do jornal “The New York Times”.

Foram registrados quatro novos casos de infecção, todos importados de outros países. De acordo com dados da OMS (Organização Mundial de Saúde) para esta quinta (30), o país tem 10,7 mil infecções confirmadas e 247 mortes pela doença. Desse total, 1.065 foram casos importados.

Também foi informado nesta quarta que os pacientes que testaram novamente positivo para o vírus, após a recuperação, tiveram resultados falsos positivos, devido a problemas técnicos do teste. O país registrou 292 casos desse tipo.

Vagões de trem passam por desinfecção em Seoul, na Coreia do Sul (Foto: Republic of Korea/Flickr)

Eleições parlamentares

As autoridades sanitárias sul-coreanas também concluíram que não houve transmissão durante as eleições parlamentares, apesar do número recorde de eleitores que foram as urnas no último dia 15.

A participação foi de 66,2%, segundo Comissão Nacional de Eleições da Coreia do Sul. Desde 1992, o país não tinha um índice tão grande para um pleito do tipo.

Para evitar a disseminação do vírus durante a votação, o governo tomou uma série de medidas: os 14 mil locais de votação foram desinfectados e os eleitores usaram máscaras e luvas, mantendo distanciamento entre si.

Cerca de 2,8 mil pacientes diagnosticados com o novo coronavírus foram autorizados a votar por carta ou em uma cabine especial. Mais de 13 mil sul-coreanos em quarentena obrigatória também votaram, escoltados por policiais, após o horário oficial das eleições.

Tags: