Chuvas fortes causam estragos em Sanaa, no Iêmen

Cidade Antiga da capital iemenita é patrimônio mundial desde 1986 e entrou na lista de locais em perigo há cinco anos
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on email

Chuvas fortes que atingiram a Cidade Antiga de Sanaa, capital do Iêmen, causaram estragos a estrutura de edifícios e casas na região, que é Patrimônio Mundial da Unesco desde 1986 e está na lista de patrimônios em perigo desde 2015, após início da guerra civil.

“A Unesco está profundamente preocupada com o impacto das enchentes na Cidade Antiga de Sanaa e pelas pessoas que vivem no local. Nós estamos prontos para ajudar”, afirmou o diretor-geral adjunto para Cultura da agência da ONU, Ernesto Ottone.

A cidade, habitada há mais de 2,5 mil anos, vem sofrendo graves danos em suas características construções de terra batida.

A capital iemenita, Sanaa, em imagem de 2007, antes da guerra (Foto: Wikimedia Commons)
A capital iemenita, Sanaa, em imagem de 2007, antes da guerra (Foto: Wikimedia Commons)

Coronavírus

O enviado especial da ONU ao Iêmen Martin Griffiths alertou na semana passada que o país não tem infraestrutura para combater duas crises ao mesmo tempo: a guerra civil e a pandemia do novo coronavírus.

O Iêmen está entre os países mais pobres do mundo árabe, com quase 80% da população dependente de ajuda humanitária. “A nova batalha que o Iêmen precisa enfrentar contra o vírus exigirá todos os esforços. Nós temos que parar a guerra e voltar nossas atenções para essa nova ameaça”, afirmou.

Pelo seu estado de vulnerabilidade, especialistas apontam que o novo vírus pode se espalhar com mais rapidez, mais amplamente e com consequências mais graves que em outros países.

Tags: