Oriente Médio

Taleban do Paquistão assume ataque a bomba na fronteira afegã

Explosão resultou em três mortos e 13 feridos na cidade fronteiriça de Chaman; alvo era oficial de polícia paquistanês

A Tehreek-e-Taliban, ala paquistanesa do Taleban, assumiu a autoria de um ataque a bomba na cidade de Chaman, na fronteira entre o Afeganistão e o Paquistão, nesta terça (23), confirmou a Reuters.

A explosão matou três pessoas, incluindo uma criança, e feriu outras 13. O vice-comissário do distrito de Tariq, Javed Mengal, afirmou que os extremistas lançaram a bomba via controle remoto em uma motocicleta.

Taleban do Paquistão assume ataque a bomba na fronteira afegã
Uma das travessias entre o Afeganistão e Paquistão, na cidade de Chaman, em setembro de 2014 (Foto: Divulgação/ Amanullahkhan007)

O alvo seria um carro que levava um oficial da polícia. Ele não se feriu. As forças de segurança iniciaram uma operação na área após o incidente.

Os ataques violentos do Taleban do Paquistão intensificam a escalada de terror na região. Do outro lado da fronteira, no Afeganistão, militantes acentuaram a violência em meio as tratativas de paz do governo afegão e líderes talibãs.

Bombas e confrontos armados via Taleban paquistanês já se tornaram comuns na região fronteiriça. O grupo se reorganizou através de dissidentes em 2020, após ter sido diluído por uma grande operação militar terrestre.

A área também sofre ataques do movimento separatista de etnia Baloch, apontou a Al-Jazeera.

Chaman é importante passagem entre o Paquistão e Afeganistão. A cidade fica na província de Baluchistão – rica em minerais, a região é a maior e menos populosa do país.