África

Ousmane Illiassou Djibo é classificado como terrorista pelos Estados Unidos

Extremista teria participado de ataques às forças locais e desenvolvido uma rede para sequestrar e atacar ocidentais no Níger

Os Estados Unidos incluíram Ousmane Illiassou Djibo, também conhecido como Petit Chapori, em sua lista de terroristas internacionais. O anúncio foi feito na segunda-feira (28) pelo Departamento de Estado norte-americano, através de seu site.

Djibo é um dos tenentes de Adnan Abu Walid al-Sahrawi no Estado Islâmico no Grande Saara (EIGS), de acordo com Washington. A designação de Djibo como terrorista também conecta as milícias armadas da Frente Polisario ao grupo jihadista, segundo o jornal The North Africa Post.

Líder da Frente Polisario é classificado como terrorista pelos Estados Unidos
Membros da Frente Polisario acompanham a destruição de minas terrestres em 2011 (Foto: www.genevacall.org)

Foi na Frente Polisario que al-Sahrawi recebeu treinamento militar e teve suporte para concluir a formação universitária. O movimento luta pela autonomia do território do Saara Ocidental e instituiu, em novembro de 1975, a autodenominada República Árabe Saaraui Democrática (RASD).

Nascido no Níger, Djibo é acusado por Washington de atuar como operador do EIGS na região de Menaka, no Mali. Ele teria coordenado sequestros e ataques a ocidentais e forças de segurança do governo. Em 2019, teria liderado o ataque a uma base das Forças Armadas do Níger (FAN) e o sequestro de seis soldados do país.

“Com a designação, os cidadãos norte-americano ficam proibidos de se envolver em quaisquer transações com o Djibo. As eventuais propriedade dele sujeitas à jurisdição dos Estados Unidos ficam bloqueadas”, diz o documento do Departamento de Estado.