Nigéria negocia 42 milhões de doses da vacina de Covid-19 via Covax

País mais populoso da África viu seus casos explodirem após a descoberta de mutação do vírus, em dezembro
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on email

A Nigéria está negociando a aquisição de 42 milhões de doses da vacina de Covid-19 via Covax, iniciativa de assistência global com apoio da OMS (Organização Mundial da Saúde), disse a Reuters.

De acordo com o chefe da agência de saúde nigeriano, Faisal Shuaib, o lote de vacinas deve imunizar 40% dos 200 milhões de habitantes até o final de 2021. A expectativa é que outros 30% recebam a dose no próximo ano.

O país mais populoso da África já espera receber as primeiras 100 mil doses da Pfizer-BioNTech até o fim de janeiro, disse Shuaib. Profissionais da saúde, idosos, líderes nacionais e vulneráveis ao vírus serão os primeiros na fila de imunização.

Nigéria negocia 42 milhões de doses da vacina à Covid-19 via Covax
Homem lê placas de orientação à Covid-19 em parada de ônibus vazia na cidade de Lagos, Nigéria, em setembro de 2020 (Foto: FMI/Ebun Akinbo)

Apesar dos baixos índices e reconhecimento pela resposta positiva ao vírus em 2020, a Nigéria viu seus números de infecção crescerem na metade de dezembro.

No dia 24, a OMS alertou para uma nova variante do vírus, potencialmente mais agressiva. Só na última terça (6), a Nigéria confirmou 1,6 mil casos – o maior número desde o início da pandemia.

Ao todo, são mais de 100 mil contágios confirmados e 1,5 mil mortes em decorrência da doença causada pelo vírus. A iniciativa Covax busca fornecer vacinas para países mais pobres, como a Nigéria, por meio de arrecadações em todo o mundo.

Tags: