OMS alerta governos contra variante da Covid-19 na África do Sul e na Nigéria

Cepas recém-identificadas não são as mesmas do Reino Unido, mas também são mais transmissíveis que o original
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on email

A OMS (Organização Mundial da Saúde) pediu nesta quarta (30) cuidado aos governos africanos para evitar a disseminação de novas mutações do novo coronavírus após a detecção de cepas distintas na África do Sul e na Nigéria.

As duas variantes da Covid-19 são diferentes daquela encontrada no Reino Unido, mas ambas são mais contagiosas que a primeira. Autoridades sanitárias dos dois países já investigam as mutações.

OMS alerta governos contra nova variante da Covid-19 na África do Sul e na Nigéria
Alerta de lockdown da África do Sul, onde uma variante mais transmissível do novo coronavírus foi identificada (Foto: Wikimedia Commons)

Embora seja comum haver mutações em vírus, gera preocupação ““aquelas com maior velocidade de transmissão ou níveis de patógeno”, disse em comunicado a diretora da entidade global de saúde para a África, Matshidiso Moeti, de acordo com o portal ONU News.

Há um esforço coletivo da OMS e dos Centros Africanos de Controle e Prevenção de Doenças para o sequenciamento do genoma do vírus Sars-CoV-2, que causa a Covid-19.

As duas maiores potências africanas, Nigéria e África do Sul, identificaram 18 e 35 cepas do novo coronavírus, respectivamente.

Argélia, Botsuana, Burkina Faso, República Democrática do Congo, Etiópia, Quênia, Namíbia, Nigéria, África do Sul e Uganda respondem por 90% das novas infecções registradas no último mês no continente.

O número de casos de dezembro já se aproxima do até agora considerado pico da pandemia, em julho.

Tags: