Organização da ONU destina US$ 40 milhões a agricultores em regiões pobres

Auxílio será usado na compra de insumos para produção e auxiliar produtores nas vendas, inclusive pela internet
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on email

Cerca de US$ 40 milhões serão destinados para auxiliar comunidades rurais em regiões pobres a manter o plantio e a colheita mesmo durante a pandemia do novo coronavírus. Os recursos são do Ifad (Fundo Internacional de Desenvolvimento da Agricultura).

O auxílio será destinado a compra de insumos para produção de vegetais, carne e pescado, garantir a liquidez financeira de pequenos produtores e auxiliá-los nas vendas, inclusive em meios digitais, sobretudo em áreas onde há restrições de mercado.

Organização da ONU destina US$ 40 milhões a agricultores em regiões pobres
Mulher recebe alimentos em Minkammen, no Sudão do Sul (Foto: UN Photo)

A África subsaariana é a região onde pode haver a maior escalada da fome nos próximos meses, segundo pesquisa do Programa Mundial de Alimentos, da ONU de janeiro deste ano – ou seja, isso sem levar em consideração problemas causados pela pandemia do novo coronavírus.

Países como Zimbábue, Sudão do Sul, República Democrática do Congo e Nigéria são os que correm maior risco. Nesses países, colheitas como a de milho devem ser monitoradas, avaliadas e, dentro do possível, apressadas, de acordo com a plataforma da FAO (Organização para a Alimentação e a Agricultura das Nações Unidas) que observa países cuja agricultura pode ser afetada pela pandemia.

Tags: