Lei quer prevenir ‘desinformação estrangeira’ durante eleições dos EUA

Projeto de lei quer que conteúdo político estrangeiro nas redes sociais dos EUA seja identificado e notificado
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on email

Um projeto de lei apresentado na última quinta (1) ao Congresso dos EUA quer barrar a “desinformação estrangeira” nas redes sociais durante as eleições do país, que acontecem em 4 de novembro.

De acordo com o portal The Hill, a legislação exige que todo conteúdo político nas mídias sociais identifique se teve produção ou patrocínio de grupos estrangeiros.

Além disso, a nova norma define que o Departamento de Justiça do país deverá receber todo e qualquer anúncio político de fonte estrangeira veiculado nas redes sociais. Mesmo que já haja monitoramento, a fiscalização ainda não se aplica totalmente às redes.

Lei quer prevenir 'desinformação estrangeira' durante eleições dos EUA
Eleitor grava discurso do então candidato à presidência dos EUA, Donald Trump, em Reno, Nevada, em janeiro de 2016 (Foto: CreativeCommons/Darron Birgenheier)

O objetivo, de acordo com a deputada democrata e ex-oficial da CIA (Agência Central de Inteligência, em inglês), Abigail Spanberger, é evitar a influência externa que cerca o país no período pré-eleitoral.

“Estamos sob constante cerco de adversários estrangeiros que buscam semear divisão e espalhar informações falsas”, disse. “As redes sociais, no entanto, são especialmente vulneráveis a campanhas estrangeiras“.

A parlamentar se refere às recentes demonstrações das agências de inteligência norte-americanas sobre tentativas de manipulação no pleito dos EUA. Enquanto hackers chineses buscam invadir sistemas eleitorais, a Rússia tenta influenciar a opinião pública a favor da reeleição de Donald Trump.

“Redes sociais são ideais para a desinformação”

Spanberger afirma ainda que as redes sociais servem “como uma luva” à desinformação através do fluxo contínuo de informações.

“Ao exigir isenções de responsabilidade estrangeiras no conteúdo real das postagens nas redes sociais, podemos aumentar a transparência, dar ao público informações precisas sobre as fontes dessas campanhas e fortalecer nossa democracia”, defendeu a democrata.

Lei quer prevenir 'desinformação estrangeira' durante eleições dos EUA
Profissional testa segurança contra contágio de Covid-19 nas mesas durante período de preparação às eleições dos EUA, em junho de 2020 (Foto: Flickr/The National Guard)

O republicano e segundo proponente da ação, John Katko, pediu aos demais parlamentares que apoiem a medida. “Com essa lei poderemos proteger nossos processos democráticos da influência estrangeira“, disse.

Um grupo bipartidário do Senado já havia apresentado uma ação semelhante no início do ano, mas o projeto não foi aprovado. Na lei, o grupo exigia que os meios de comunicação estrangeiros revelasem se eram “agentes estrangeiros”.

Tags: