Facebook identifica e remove novas contas falsas de propaganda pró-China

Cerca de 200 contas falsas apoiavam investidas de Beijing no Mar da China Meridional e comentavam eleições nos EUA
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on email

O Facebook removeu nesta semana uma nova leva de 115 contas falsas e nove grupos que eram parte de um esquema de propaganda pró-China, informou o jornal “The Telegraph” na última quarta (23). A rede social Instagram também deletou seis contas suspeitas.

De acordo com a rede social, os perfis tinham nomes reais e rostos com feições convincentes, criados por inteligência artificial. Investidas semelhantes já foram identificadas em investigações anteriores, denunciadas no último dia 12.

Facebook identifica e remove novas contas falsas de propaganda pró-China
O Facebook investiga contas falsas regularmente (Foto: CreativeCommons/Stock Catalog)

Os perfis violavam a política contra “interferência estrangeira ou governamental”, disse o Facebook em um comunicado.

De acordo com o Facebook, a rede se dedicava a disseminar mensagens no sudeste da Ásia e nos Estados Unidos. Com redes privadas, os agentes escondiam suas identidades e localizações verdadeiras.

Nas postagens, os perfis pró-China falavam do interesse de Beijing no Mar da China Meridional e divulgavam mensagens contra e a favor do presidente Donald Trump e seu oponente democrata, Joe Biden.

As autoridades chinesas já negaram a existência de políticas de influência nas eleições presidenciais dos Estados Unidos, em 3 de novembro.

O Facebook também removeu uma segunda rede de perfis com 57 contas, 31 páginas e 20 usuários no Instagram que criticavam uma organização independente de notícias das Filipinas.

Tags: