Pandemia tira da pré-escola ao menos 40 milhões de crianças

Além do impacto negativo na aprendizagem, uma parcela desses alunos dependem da alimentação da escola
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on email

Cerca de 40 milhões de crianças em fase de alfabetização não estão indo à escola por conta da pandemia do novo coronavírus. Os dados são da Unicef (Fundo das Nações Unidas para a Infância), divulgados nesta quarta (22) pelo portal ONU News.

Há risco de que o fechamento prolongado das escolas gere falhas graves de desenvolvimento entre as crianças, de acordo com Henrietta Fore, diretora da agência das Nações Unidas.

Pandemia tira da pré-escola ao menos 40 milhões de crianças
Crianças no bairro de Soacha, em Bogotá, na capital colombiana (Foto: UN Photo)

Além das aulas, uma parcela dessas crianças depende da alimentação oferecida na escola. De acordo com dados da ONU (Organização das Nações Unidas), 370 milhões de estudantes tem na merenda a única refeição do dia.

Mesmo antes da pandemia, 35 milhões de crianças com menos de cinco anos em todo o mundo já passavam uma parte do dia sem supervisão de um adulto.

Fore, da Unicef, avalia que falta auxílio de “governos e patrões” para que as famílias passem o período de isolamento sem prejuízo de seus filhos. Para a diretora, a pandemia piorou o já complicado trabalho de assistência à infância em países e comunidades de baixa renda.

Tags: