Em meio a embargo dos EUA, ONU inicia segunda inspeção de planta nuclear no Irã

Verificação de locais onde teria ocorrido beneficiamento de material atômico foi autorizada em agosto deste ano
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on email

A Agência de Vigilância Atômica da ONU (Organização das Nações Unidas) inspecionou a segunda instalação nuclear não-declarada do Irã nesta quarta (30), informou a Reuters.

Teerã concordou com o processo de verificação no último dia 26 de agosto, após sete meses de negativas.

De acordo com a ONU, há registro de que houve atividades suspeitas nos dois locais em 2003. A suspeita é de que o Irã tenha suspendido um programa nacional e secreto de armamento nuclear no início dos anos 2000. O país nega as acusações.

Os locais que teriam sido usados para armazenamento de material nuclear ficam nos núcleos de Shahreza, próximo à cidade de Isfahan, na região central do país, e de Torqouzabad, na capital Teerã.

ONU inspeciona segunda instalação nuclear do Irã
O diretor-geral da Agência de Vigilância Nuclear da ONU, Rafael Grossi, e o ministro das Relações Internacionais do Irã, Javad Zarif durante negociações para a inspeção em locais nucleares não-declarados, em 25 de agosto de 2020 (Foto: UN Photo/Edgard Perez Alvan)

No local, inspetores da AIEA (Agência Internacional de Energia Atômica), das Nações Unidas, coletaram amostras ambientais de onde serão analisados possíveis vestígios de material nuclear.

A agência deve prestar contas dos materiais para garantir que não haja produção de armas atômicas. À época, o governo iraniano omitiu a existência dessas plantas para os inspetores internacionais.

A decisão vem na esteira das recentes sanções dos Estados Unidos ao Irã. Já a ONU em tese encerra a etapa mais recente de seu embargo de armas no próximo dia 18 de outubro.

Tags: