Giorgia Meloni se destaca como oponente de Salvini na liderança da direita italiana

Partido de Meloni tem ganhado popularidade entre eleitores com atuação mais conservadora
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on email

O ex-primeiro-ministro da Itália Matteo Salvini dominava a direita nacionalista italiana, mas agora tem que enfrentar uma adversária cada vez mais forte: Giorgia Meloni, líder do partido Irmãos da Itália e ex-ministra do governo Berlusconi.

Segundo uma pesquisa divulgada pelo jornal italiano Corriere della Sera, a perda de apoio ao partido de Salvini ocorre principalmente para a legenda de Meloni. Entre 100 eleitores da Liga Norte, cerca de 18% passaram a apoiar o Irmãos da Itália.

O jornal britânico Financial Times comparou o apoio dado aos dois partidos esse ano ao desempenho nas eleições do ano passado. A popularidade da legenda de Meloni cresceu de 6,5% para 16,2%, enquanto Salvini teve queda de 34,3% para 24,3%.

Assim como o partido de Salvini, o Irmão da Itália é anti-migração, além de ser crítico à União Europeia e socialmente conservador em questões como o casamento gay e a estrutura da família italiana.

Giorgia Meloni (Foto: Twitter/Reprodução)

Pandemia

Durante a pandemia do novo coronavírus, Meloni tem aproveitado para criticar a atuação do governo italiano. A ex-ministra se queixou da resposta de Roma à Covid-19, que considera lenta, e da União Europeia, que acusa ter julgado que a crise era “apenas italiana”.

Meloni obteve vantagem sobre Salvini, cujo partido governa a Lombardia, uma das regiões mais afetadas da Itália durante a pandemia. Menos provocadora e mais conservadora que Salvini, ela teria repercutido mais entre os eleitores, apontam especialistas ouvidos pelo Financial Times.

A Itália presenciou uma dos mais duros impactos causados pelo coronavírus. Até esta quarta (10), o país registrou 235 mil casos confirmados da doença e 33,9 mil mortes, segundo dados da OMS (Organização Mundial da Saúde).

Vida política

Giorgia Meloni teve sua primeira experiência política na ala jovem do partido Movimento Social Italiano, fundado em 1946 por apoiadores do ditador fascista Benito Mussolini.

O primeiro cargo relevante de Meloni no governo italiano ocorreu entre 2008 e 2011, durante o último governo de Silvio Berlusconi, quando assumiu o Ministério da Juventude.

Mais tarde, ela ajudou a fundar o partido Irmãos da Itália que, até ano passado, era uma pequena parte da coalizão de direita, ao lado da Liga Norte e da legenda fundada por Berlusconi, Força Itália.

Agora, Meloni tenta atrair o apoio dos eleitores conservadores centristas, se afastando das associações ao fascismo, segundo o Financial Times.

Tags: