Israel descobre novo túnel atribuído ao Hamas, de 65km, na Faixa de Gaza

Houve registro de ataques mútuos desde a descoberta da estrutura, que margeia a fronteira dos dois países
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on email

Israel e Hamas se atacaram com mísseis depois que o exército israelense descobriu um túnel secreto de 65 quilômetros na Faixa de Gaza, na terça (20), registrou a Reuters.

De acordo com engenheiros militares, a estrutura teria sido construída pelo grupo islâmico Hamas e é usada para contrabandear bens comerciais e armas. Os militares descobriram a estrutura através de sensores subterrâneos em uma barreira de concreto.

De acordo com o porta-voz militar de Israel, Jonathan Conricus, o novo túnel se origina na cidade de Khan Younis, ao sul de Gaza, e se estende por toda a fronteira israelense.

“Ainda não determinamos quem construiu o túnel, mas o Hamas é responsável por tudo que vem da Faixa de Gaza”, disse. O grupo islâmico não comentou.

Israel e Hamas se atacam após descoberta de novo túnel na Faixa de Gaza
Cidade de Beit Hanoun, ao nordeste da Faixa de Gaza, em setembro de 2014 (Foto: Pixabay/badwanart0)

Com o anúncio, um foguete teria sido disparado de Gaza, na área controlada pelo Hamas, em direção a Israel na terça-feira. Em resposta, uma aeronave israelense atingiu uma instalação do Hamas no sul de Gaza. Não há relatos de vítimas.

Outros dois mísseis teriam desencadeado alarme de ataque aéreo na cidade israelense de Ashkelon, na sexta (23), registrou a agência EFE.

O Hamas é o mais importante movimento político islâmico da Palestina e considerado terrorista pelo Estado judeu. A última guerra entre as partes, que não se comunicam, terminou oficialmente em 2014. Desde então, Israel já identificou cerca de 20 túneis.

Há risco de uma nova investida armada desde que países árabes, como Emirados Árabes Unidos e Bahrein, normalizaram as relações com Tel Aviv a partir da mediação dos EUA.

Em resposta, as lideranças palestinas deixaram a liderança da Liga Árabe e até mesmo os oponentes Fattah e Hamas declararam uma aliança para as próximas eleições.

Tags: