Ásia e Pacífico

China passa por ‘mudanças turbulentas’ e há aumento de risco externo, diz Xi

Xi disse estar “disposto” a trabalhar com todos os países – inclusive os EUA, com quem trava guerra comercial

O presidente da China, Xi Jinping, afirmou em um seminário, na segunda-feira (24), que o país enfrenta mudanças turbulentas e há um aumento significativo de risco nos mercados externos, informou a Reuters.

“Daqui para frente enfrentaremos cada vez mais ventos contrários no ambiente externo e devemos estar preparados para lidar com novos riscos e desafios”, disse, referindo-se às mudanças impostas no período de pandemia , a um grupo de consultores.

Referindo-se aos Estados Unidos, seu principal adversário comercial, Xi afirmou que a China está “disposta” a trabalhar com todos os países para a reconstrução econômica pós-pandemia.

“Devemos cooperar ativamente com todos os países, regiões e empresas que desejam cooperar conosco, e isso inclui os Estados Unidos”, disse ele.

China passa por mudanças tubulentas e há aumento de risco externo, diz Xi Jinping
Presidente da China, Xi Jinping, em viagem a Londres, em outubro de 2015 (Foto: Flickr/Ministério das Relações Exteriores do Reino Unido)

A fala vem à tona em meio a um clima tenso entre os dois países. Envolvidos em uma Guerra Fria 2.0, os dois países vivem conflitos de ordem comercial e tecnológica acompanhados de retórica inflamada.

Também geram atritos as ameaças de Beijing contra o território semiautônomo de Hong Kong e a Taiwan. A última tem investido em estreitar a relação com o governo norte-americano.

Demandas domésticas

Na reunião, Xi também afirmou que o mercado doméstico será responsável pela expansão econômica do mundo no curto e médio prazo e prometeu crescimento aos empresários.

O presidente pediu que os legisladores deem mais confiança ao consumo local e enfatizou que a inovação tecnológica será cada vez mais impulsionada pela China.

“Vamos fazer descobertas em tecnologias essenciais o mais rápido possível”, pontuou, sem dar detalhes.