Em Taiwan, secretário dos EUA faz elogios à democracia e irrita China

Visita de titular da Saúde norte-americano a Taipé é a de mais alto nível desde 1979; Beijing prometeu retaliação
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on email

Em visita a Taiwan, o secretário de saúde norte-americano, Alex Azar, elogiou a resposta da ilha à pandemia e seu status democrático em encontro encontrou-se com a presidente Tsai Ing-wen nesta segunda (10).

Azar é o enviado de mais alto nível dos EUA a Taiwan desde 1979. O status da ilha é uma da questão mais delicada na relação com a China, que pleiteia a reintegração taiwanesa a Beijing.

“A resposta de Taiwan à Covid-19 está entre as mais bem-sucedidas do mundo, e isso é um tributo à natureza aberta, transparente e democrática da sociedade e de sua cultura”, disse o secretário.

Em Taiwan, secretário dos EUA faz elogios à ilha e irrita China
O secretário de saúde dos EUA, Alex Azar, e a presidente do Taiwan, Tsai Ing-wen, na primeira visita de alto nível ao país desde 1979 (Foto: U.S. Department of Health & Human Services)

Disposta a evitar o isolamento diplomático forçado pelo governo chinês, Tsai Ing-wen afirmou que a visita dos americanos foi saudável à relação. “Nunca estiveram melhores”, disse.

Desagravo

No mesmo dia do encontro entre Estados Unidos e Taiwan, a China ordenou que a relação entre ambos seja interrompida imediatamente.

O porta-voz do Ministério das Relações Exteriores, Zhao Lijian, pediu que Washington encerre as interações oficiais “de todos os tipos” com a “província rebelde”. A informação é da agência de notícias oficial da China.

“A China se opõe de toda forma às relações oficiais entre Estados Unidos e Taiwan e apresentaremos representações severas com o lado americano”, pontuou Zhao.

Tags: