Google investirá US$ 10 bilhões em digitalização na Índia

Plano é investir em digitalização e educação de novos usuários de internet nos próximos cinco e sete anos
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on email

O Google anunciou nesta segunda (13) que investirá US$ 10 bilhões em digitalização na Índia entre os próximos cinco e sete anos. O objetivo é tornar a internet em uma ferramenta vantajosa para os 1,3 bilhão de indianos.

O fundo focará em investimentos de capital e em ecossistemas, infraestrutura, parcerias e operações. O programa será dividido em quatro áreas: acesso à internet e informação, desenvolvimento de novos produtos e serviços, capacitação de empresas e uso de tecnologia e inteligência artificial para o bem social.

Segundo a empresa norte-americana, o país está “muito mais próximo da visão da Índia digital do primeiro-ministro Narendra Modi”.

Google investirá US$ 10 bilhões na digitalização da Índia
Google anuncia investimento de US$ 10 bilhões na digitalização na Índia (Foto: Pexels)

Pandemia do Covid-19

O comunicado aponta ainda as ferramentas digitais como “linha de salvação” para muitos indianos durante a pandemia do novo coronavírus. Consumidores, empresas, escolas e governos têm vivido intensa pressão para se digitalizar e fazer atendimentos de forma remota.

Por isso, o Google irá destinar parte do investimento em programas de apoio à educação e às pequenas empresas. Plataformas foram lançadas para manter a continuidade de negócios e do ensino a distância.

Cortes de internet

Apesar dos avanços apontados pelo Google em relação ao acesso à internet na Índia, em 2018, o serviço foi cortado pelo governo 134 vezes. Já no ano passado, foram 93 interrupções, segundo o braço da ONG SFLC (Software Freedom Law Center) na Índia.

De acordo com o jornal norte-americano The New York Times, o número é o maior do mundo. Países com histórico antidemocrático recente, como a Turquia e a Síria, cortaram a internet apenas uma vez em 2018.

Tags: