Filipinas dá ‘grande passo’ em direção ao uso de energia nuclear

País busca solução para alta demanda e custo da eletricidade na região; falhas de segurança preocupam especialistas
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on email

O governo das Filipinas deu um “grande passo” em direção ao uso de energia nuclear, afirmou o ministro de Energia nesta quarta (29). A informação é da Reuters, citada pelo jornal tailandês “Bangkok Post“.

O anúncio ocorre após o presidente Rodrigo Duterte criar um painel inter-agências para estudar a adoção de uma política nacional de energia nuclear.

O país, uma das economias que mais cresce no mundo, busca solução para o aumento da demanda por energia e para o alto custo de eletricidade no sudeste asiático.

Filipinas dá grande passo em direção ao uso de energia nuclear
Usina nuclear de Bataan, nas Filipinas (Foto: Wikimedia Commons/Reprodução)

O uso da energia nuclear preocupa por conta de ameaças à segurança, já que são frequentes desastres naturais que atingem a região.

O governo já gastou US$ 2,3 bilhões com a construção da instalação nuclear de Bataan. A instalação foi concluída em 1984. Porém, nunca foi usada por causa do desastre de Chernobyl e pela queda do ditador Ferdinand Marcos (1965-1986), que ordenou a construção.

A proposta do uso de energia nuclear ainda não foi aprovada pelo presidente. Duterte aguarda a avaliação de implicações econômicas, de segurança e ambientais pelo comitê criado para este fim.

O país já abriu diálogo com a empresa estatal russa Rosatom sobre um estudo de viabilidade para a implementação de pequenas usinas nucleares em áreas remotas das Filipinas.

Tags: